segunda-feira, 21 de março de 2016

Se eu fosse você...




Outro dia eu fiquei pensando nas armadilhas que precisamos desviar na busca da nossa felicidade.
Na minha opinião, as piores armadilhas são aquelas que aparecem disfarçadas de palavras doces ou comentários aparentemente inofensivos que nos desarmam e quando percebemos... já fomos atingidos bem no coração.
Por exemplo, pedir conselhos para estranhos ou falsos amigos pensando que eles saberão solucionar os problemas da nossa vida melhor do que nós.
Um grande erro, óbvio!
Mas, se é mesmo óbvio porque um monte de gente faz isso?

Pense: nos últimos tempos quantos conselhos você deu para pessoas que mal conhece?
Aposto que muitos dos seus conselhos você nem se lembra mais, não é?
Então, como as vezes falamos apenas por falar, o mesmo acontece conosco, quando pedimos conselhos para pessoas que mal nos conhecem.
É preciso ter muito cuidado com isso.
Lembre-se que ninguém conhece os seus problemas melhor do que você, portanto, se existe uma solução para eles você vai  encontrá-la.
A segunda grande armadilha é a vontade de desabafar para se sentir melhor, ou como dizem algumas amigas, para evitar um piripaque.
Novamente, é preciso muita cautela ao contar tudo sobre a nossa vida, inclusive detalhes íntimos, que depois poderão virar assunto em outras rodas de conversa, tratados com cinismo ou como piada.
Cuidado na hora de abrir a sua vida para as pessoas!
Quem já foi traído por um amigo entende o que eu quero dizer.
Na maioria das vezes, as pessoas que são felizes estão ocupadas demais para dar conselhos ou não terão paciência para ficar ouvindo a história triste da nossa vida. Exceto os psicólogos e terapeutas que recebem por isso.
O mesmo não acontece com quem está infeliz.
O infeliz tem todo o tempo do mundo para ouvir a desgraça dos outros porque assim terá assunto para falar com os seus amigos também infelizes.
Ou porque se sente melhor (feliz, nunca!) em saber que nós também estamos infeliz.
Outra armadilha é seguir o que pensa a maioria.
Muitas vezes eu vejo mulheres usando roupas que não valorizam os seus corpos apenas para estarem na moda.
Ou, que destestam praticar esportes e fazem isso apenas para se sentirem aceitas em um grupo de amigas.
É preciso ter personalidade, pelo amor de Deus!
Não existe nada mais bacana do que uma pessoa autêntica, que diz o que pensa e faz o que gosta.

Eu acho que existem pessoas naturalmente felizes (os loucos são a maioria! rsrs), mas existem outras pessoas que tem mais dificuldade.
Eu gosto de acreditar que a gente pode aprender a ser feliz e , por isso, vou compartilhar o que eu faço para encontrar a tal felicidade quando ela tenta dar uma fugidinha...rsrs

O primeiro passo é:
1 - Buscar a felicidade
A felicidade está dentro da gente. Para encontrá-la é preciso silêncio para ouvir o que ela diz, a minha sempre repete: Apaixone-se novamente por você!

2 - Assumir riscos e fazer escolhas.
Se você que se conhece desde sempre não está sendo capaz de decidir o que precisa para ser feliz, me diga como uma outra pessoa poderá fazer isso? Eu costumo decidir rápido e me arrepender mais rápido ainda. Pode me julgar por isso, mas não me chamar de indecisa.

3 - Não culpar os outros pelos meus erros.
Se você não erra e a sua vida está ruim, então, alguém está errando por você. Quem será esse pobre coitado que está errando o tempo todo no seu lugar? Durante quanto tempo mais ele vai aceitar essa missão? Eu posso errar e erro. Gostaria de ser perfeita, mas não sou e preciso me lembrar disso todos os dias. Tenho a mania de me penitenciar por todos os males do mundo. Mas, por outro lado, eu acho que conviver com uma pessoa que se acha perfeita é insuportável.

4 - Não saber de tudo
'É preciso selecionar o que realmente vale a pena saber daquilo que só deixará a nossa alma doente e de mau humor'. Quando você começar a responder que não sabe, que não viu ou que não tem interesse verá que mais pessoas compartilharão da sua filosofia. Selecione para ser feliz.

5 - Começar a mudança
Toda grande mudança começa aos poucos. Não precisa fazer nada drástico porque isso geralmente acaba mal. Mas, mude. Eu mudo o caminhe do trabalho. Mudo o horário da aula da academia. Mudo a cor do esmalte. Mudo de restaurante. A mudança significa abrir espaço para o novo, onde tudo volta a ser possível. De repente, eu percebo que fiz novos amigos e tenho novos interesses, assim a vida passa a ter um outro significado. Coragem, comece a mudança hoje!

Bem, para uma pessoa que não confia muito em conselhos de estranhos, eu acho que me superei.
Não espero, portanto, que você siga nenhum dos meus conselhos, eu não sou mais confiável do que qualquer um dos seus amigos. Por que, eu seria?
Apenas compartilhei o que eu faço para encontrar a felicidade, que está muito longe de ser uma receita infalível.
Encontre a sua própria fórmula da felicidade porque ela existe e está dentro de você.
Se dê essa chance.