quinta-feira, 30 de junho de 2011

História de um conquistador


Em minhas andanças, eu ouço muitas histórias interessantes e, por ser uma romântica incurável e confessa, sempre presto especial atenção naquelas que narram sobre homens que sofrem por amor.
Meus ouvidos são especialmente sensíveis as histórias daqueles que choram ao levarem um fora da namorada, por terem sido traídos ou porque cansaram de viver uma relação impossível, seja pela distância, por falta de tempo ou por problemas familiares.
São mesmo sentimentais.
Mas, a pergunta é:
- Se agarrar a um amor impossível não será o mesmo que adiar ou evitar viver uma relação amorosa possível e duradoura?
Está cheio de homens por aí que dizem nunca ter encontrado o amor verdadeiro ou, pior, que dizem ter se apaixonado pra valer uma única vez.
- O que aconteceu, cara?
E as respostas são quase sempre as mesmas:
- Ela era casada;
- Ela morava em outra cidade;
- Ela me deixou pelo namorado de infância; pelo chefe; por um mais rico;
- Ela sempre Ela...
Não sei se existe uma pesquisa, mas se o PIB do amor se aplicasse nesta questão, eu poderia apostar que o número de homens sozinhos está cada vez maior.
Solidão e Carência podem ser bem atraentes para as mulheres e seu espírito materno.
Ó dó.
Você pensa que eu estou brincando? Eu tenho muitas amigas que ficaram tão compadecidas com a situação do marmanjo que decidiram levá-lo para casa.
E, então, meio tarde é verdade, mas elas descobriram que alguns homens são incansáveis na procura do amor eterno. Uma procura que recomeça sempre.
Eles procuram o amor em várias mulheres e por mais que estejam acompanhados possuem o coração solitário.
Outro dia em uma conversa com um amigo, na faixa dos 50 anos, ele meio cabisbaixo confessou que ainda vive a procura de um amor que seja maior que o mundo.
Um amor onde possa repousar a cabeça e se sentir cuidado, observado por olhares carinhosos e descomprometidos, cheios de desejo, mas não apenas sexual, um desejo que tem a ver com amizade e companheirismo.
- Você nunca encontrou alguém para amar para sempre?
E ele me explicou:
- Já conheci vários amores que seriam eternos se eu não perdesse o interesse assim que se tornam possíveis.
O meu amigo me confessou que para aplacar o tormento do amor apaixonado e começar mais uma conquista, é capaz de falar palavras bonitas e até de recitar poemas. Meigo!
E tem mais... diz que sente no ar o perfume dela, olha as nuvens e lembra o contorno do seu rosto, sempre que ouve a sua voz sente um aperto no coração.
A maioria de nós não resistiria a tanto mel, adoramos chocolate, somos criadas para consolar criancinhas carentes e chorosas.
Mas, minha amiga: Se você vive uma situação parecida como a que eu descrevi, te dou um conselho: RESISTA.
Do contrário, o seu coração corre um sério risco de quebrar em um milhão de pedaços ao descobrir que o seu menino carente não sabe amar um amor correspondido.
Está cheio de mulheres querendo um homem para cuidar, o que eu digo: compre um cachorro.