quinta-feira, 19 de novembro de 2015

TPM: Técnica de Sobrevivência


Eu sou uma sobrevivente da TPM.
Convivo com ela há muitos anos e ainda tenho marido, amigos e um bom emprego.
Confesso que essa vitória se deve muito mais a todos eles (os outros) do que a mim.
Por vezes pensei em jogar tudo para o alto. Quando estou no auge da TPM nem eu me seguro.
Eu fico tão, mas tão irritada que se pudesse eu me implodia.
TPM, quando tudo começou?


Se eu soubesse, certamente teria evitado muitas brigas e situações embaraçosas, mas quem convive com “ela” sabe que não é bem assim que acontece.
A TPM é silenciosa. Só depois do estrago é que sentimos a sua presença.
Já pedi demissão do emprego, xinguei o chefe, briguei com o meu marido e os meus filhos, chorei sem motivo, viajei no impulso para depois me arrepender, gastei o dinheiro que não tinha...
Dessas experiências a única coisa positiva é que hoje já consigo pressentir quando a TPM começa a se apoderar de mim.
Os seios e as pernas ficam doloridos e, como se isso não bastasse, o inchaço faz eu me sentir mais gorda e mais feia. A sensibilidade fica a flor da pele, todos os sentidos prontos para o ataque.
Depois de avisar as principais vítimas do meu mau humor, repito alguns mantras pelos próximos 10 dias: “Paciência, muita paciência”. “ Ignore! Ignore! Ignore!”. “Durma e Esqueça. Durma e Esqueça”. Coisas desse tipo.
O duro de quando a gente baixa a guarda e decidi dividir com os outros o nosso problema é agüentar os comentários. Aquele que mais me irrita é: “Vou dar um desconto, você está de TPM”.
Isso faz com que eu suba pelas paredes de tanta raiva. Arghhh!!!
Pensa o que? O que eu falo não tem importância? Decidiu me ignorar? Está me tratando como se eu estivesse doida?
Então, antes de abrir a boca para gritar essas frases, eu repito os mantras. Ummmmmm... “Paciência, muita paciência”. “ Ignore! Ignore! Ignore!”. “Durma e Esqueça. Durma e Esqueça”.
Tenho me esforçado bastante, mas nem sempre consigo.
Por isso, escrevo esse texto para avisá-lo que se encontrar comigo e eu estiver espumando pela boca, com os olhos vidrados, se caso gostar de mim, por favor...
Repita o mantra: “Paciência, muita paciência”. “ Ignore! Ignore! Ignore!”. “Durma e Esqueça. Durma e Esqueça”.
Se conseguir , eu prometo que terá a minha gratidão e amizade ao menos pelos próximos 20 dias do mês.