sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Drinques Exóticos

Qual é o segredo da caipirinha? Democrático, o drinque circula por todas as rodas sociais e nunca perde a majestade esteja num boteco da esquina ou numa balada mais chique.
Simplesmente irresistível, a caipirinha caiu no gosto popular e hoje é um orgulho nacional, assim como o samba e o futebol. Todo dia é dia para tomar caipirinha. Se faz sol a bebida é ótima para refrescar, se faz frio a gente bebe para levantar a moral.
A verdade é que ninguém resiste à mistura exótica da cachaça com o sabor da fruta e se for preciso explicar o motivo da tentação que a culpa seja do sentimento de amor à pátria. Afinal, existe algo mais brasileiro que a caipirinha? Talvez, mas é quase impossível que seja tão saboroso e divertido.
Como eu sou fã da bebida, já arrisquei algumas caipirinhas exóticas, como a de tangerina com pimenta rosa ou se preferir pode chamar de loira apimentada.
Uma bebida suave e aromática que é servida no restaurante Acqua, em Cambury, na costa sul de São Sebastião.


Nesse mesmo local, outra bebida que faz um grande sucesso é a capisaquê, uma mistura de kiwi, framboesa e saquê. Além de bonito, o drinque é uma delícia.
Até que ambas as frutas se misturem e tornem uma só, dá para sentir o gosto de cada fruta separadamente: primeiro o kiwi e depois a framboesa, um namoro perfeito.
Quem pensa em caipirinha como uma bebida qualquer pode ter uma surpresa. O drinque pode se tornar muito especial e caro de acordo com a marca da cachaça, que pode ser pinga, vodka ou saquê, que é utilizada na preparação.
Nem sempre optar pela pinga é mais barato. No mercado existem marcas de pinga para todos os bolsos, desde as mais baratas, que podem custar o equivalente a um dólar, até as mais exclusivas, que podem custar até 300 dólares. Mas, acima de tudo, a razão que mais pesa na hora do consumo da cachaça é a caipirinha, por isso escolha a fruta e faça a sua receita.

Dicas para um bartender de final de semana:

- Opte por copos de vidro lisos e transparentes.
- Para o seu polimento, utilize-se de um pano que solte menos fiapo possível e faça-o enquanto o copo ainda estiver umedecido.
- Nunca use copos ou qualquer outro recipiente de vidro para pegar gelo de dentro de baldes e depósitos de gelo. Mantenha sempre uma pá ou pinça próprio para isto. O copo poderá quebrar-se com o atrito e os cacos poderão misturar-se ao gelo.
-Para gelar previamente taças de champagne, utilize um balde de gelo para espumantes, ponha 1/3 de gelo e complete com água. Introduza os copos no balde com as bordas para baixo, por 5 minutos.
- Para gelar os copos, especialmente para servir coquetéis mexidos, utilize o mesmo processo acima ou ponha o gelo e a água diretamente no copo a ser utilizado até que esteja gelado, então esvazie-o e sirva o drinque.

Receita: Caipirinha de Tangerina e Pimenta Rosa
Modo de Preparar: Tire o miolo da tangerina e dê dois talhos e coloque em um copo grande. Esprema, adicione a pimenta rosa, vodka e duas pedras de gelo e mexa. Depois acrescente mais seis pedras de gelo para o drinque ficar refrescante. Açúcar ou adoçante a gosto

Receita: Capisaquê
Modo de Preparar: Após tirar a casca, coloque o kiwi num copo grande, esprema. Em um copo separado faça o mesmo esquema com a framboesa. Depois junte os dois, mas não mexa, acrescente o saquê e os cubos de gelo. Açúcar ou adoçante a gosto.

Serviço:
Bar e Restaurante Acqua
Local: Estrada de Cambury, 2000 / São Sebastião
Tel: (12) 3865 - 1866