segunda-feira, 14 de novembro de 2011

O charme da cozinha ao alcance de todos

Confesso que a cozinha não é o lugar que mais frequento na minha casa, mas ela está no centro de tudo.
Como é estilo americano preciso mantê-la sempre em ordem.
O estilo foi uma escolha minha, num daqueles dias em que a gente acorda pensando em fazer tudo diferente.
- Ah! Com essa nova cozinha, eu vou me animar e ir para o fogão fazer receitas deliciosas...
Mas, aí os dias passam e nada.
Quem tem cozinha nesse estilo, além de mantê-la sempre arrumadinha é preciso uma atenção especial com a decoração.
Por estar integrada aos outros ambientes, as cores e os materiais utilizados nos móveis devem criar uma sintonia com o restante da casa.
Nesse caso, vale colocar alguns adereços ou cores que fogem do padrão de uma cozinha convencional, quase sempre branca, e dar uma pitada de surpresa.
De preferência, escolha tinta lavável para fugir dos pingos de gordura.No meu caso, eu optei por um caqui e não canso de receber elogios.
A cor é neutra, combina com o marrom da madeira das bancadas, com o branco das pastilhas e o tom barbante que escolhi para o restante das paredes.
A principal qualidade da cor é que confere aconchego. Torna o ambiente mais acolhedor.
Mas, é importante ressaltar que só pude optar por esse tom porque a minha cozinha recebe bastante luz do sol. Portanto, não sofro de falta de luminosidade.
Aliás, a luz é o principal fator na hora de decidir o tom da cozinha. Porque ninguém merece cozinhar em uma caverna. Isso deprime.
As plantas também fazem parte da decoração da minha cozinha, pois conferem frescor, uma ideia de coisa viva e saudável.
Eu sempre escolho as suculentas, pois são fáceis de cuidar. Para que elas morram, só se a pessoa que cuidar for muito sangue ruim.
Na minha cozinha, eu comprei um suporte na floricultura com lugar para três vasinhos e pendurei pertinho do fogão, mas não é o lugar ideal.
Por causa da gordura, preciso sempre estar atenta para limpar as folhinhas.
Um cuidado extra que vale a pena.



Se você está pensando em dar um toque especial a sua cozinha, anote as dicas:

1º - Olhe ao redor e veja tudo que pode ser descartado ou levado para outro ambiente. Na cozinha quanto mais espaço para se movimentar, melhor. O ideal é deixar apenas o básico e necessário: fogão, geladeira, mesa de jantar (se não tiver espaço para copa) e só. Se tiver espaço em casa, pense seriamente em usá-lo como dispensa, para guardar a comidinhas e as louças menos usadas no dia a dia.

2º - Confira à cozinha mesma atenção que dispensa ao restante da casa. Você não vai colocar um lençol rasgado na cama, não é? Porque vai usar então um pano de prato rasgado em cima do fogão?

3º - Antes de escolher a cor para pintar as paredes, verifique se a cozinha tem bastante luminosidade. Também considere que tipo de ambiente te atrai, se gostar de aconchego escolha os tons de terra; se preferir frescor e leveza, os tons verdes e azuis.

4º - Para quem está cansada dos azulejos, mas não quer gastar agora com reforma, a pintura das paredes com uma cor ousada, também é opção. Isso direcionará a visão para o todo e o azulejo será apenas um detalhe que não fará diferença. Particularmente, adoro azulejos brancos. Isso me dá mais oportunidade de ousar nas cores, sem me preocupar com as combinações. Mas, se não é o seu caso, escolha um dos tons do seu azulejo que você goste (isso é importante) e vai com tudo.

5º - Outra opção é cobrir o azulejo com adesivo. Você pode escolher alguns desenhos pela internet e levar a uma gráfica para imprimir no vinil, fica igual a um papel de parede. Pesquise na internet, tem vários artigos sobre o assunto.
6º - Não deixe de visitar as lojas de R$ 1,99 quando estiver procurando objetos para decorar a cozinha. Lá eu já encontrei muitas coisas bacanas e baratas, como os pratinhos de plástico com desenhos de morango, maças, entre outros, detalhes que dão uma graça inusitada. Para fixar nas paredes basta um preguinho bem pequeno porque o plástico é fino.

7º - Se a sua parede tiver janelas de ferro, você pode cobri-las com cortinas de renda branca. Mas, se o seu estilo for mais moderno, escolha um tecido branco liso e faça uma barra com outro tecido que combine com o tom das paredes. No caso da renda, eu achei na “Casa Esperança” alguns tecidos lindos, tem muitas opções. O preço é ótimo. É só medir as janelas, que o pessoal corta no tamanho certo.

8º - As cortinas também podem servir para separar o ambiente da sala, caso a porta comum esteja ocupando espaço.

9º - Ahhhhh...não posso deixar de contar que na Odara Presentes, pertinho da Rua da Praia, tem relógios de paredes muito bacanas para enfeitar a cozinha. Também gosto de citar a loja da Glaucia, Cozinha e Cia., que tem algumas passadeiras lindas e coloridas, feitas de forma artesanal.

10º - Lembre-se do fundamental: apenas uma linda decoração não fará da sua cozinha um local especial. É preciso que todos que entrem na cozinha sintam que são bem- vindos. E para isso cada um tem sua própria receita.

Eu já dei algumas dicas sobre cozinha na matéria do blog: Pouca grana e muito bom humor, você pode conferir. Ainda voltarei ao assunto, comentando a reforma que fiz na cozinha "apimentada" da minha avó Zenita, estou providenciando as fotos.