segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

A anciã e a jovem

Pietà - Giovanni Bellini

A Pietà é um retrato da Virgem Maria sofrendo sobre o corpo de Cristo.
Quando vi essa imagem pela primeira vez, eu fui tomada por uma forte emoção.
Como pode um artista pintar ou dar forma a dor com tanta doçura?
A Pietà é um reconhecimento a dor de todas as mães.
É como se em um exemplo de generosidade, a Virgem Maria deixasse o altar da santidade e compartilhasse a sua dor com todos nós.
E tem algo mais humano e, ao mesmo tempo, que nos aproxima mais de Deus do que o sofrimento?
A Virgem segura o filho adulto nos braços, mas parece que está embalando- o como fazia quando ainda era um bebezinho.
E para as mães, filho tem idade?
Na vida existem muitas Pietàs e na arte também.
As mais famosas foram criadas pelos artistas Giovani Bellini e Michelangelo. A idosa e a menina.
Bellini ressalta a expressão triste e exausta da Virgem e aumenta a dramaticidade da cena ao envelhecer os traços de Maria.
As plantas na pintura e a densa e escura cerca viva atrás da Virgem foram criadas com extrema precisão. Elas foram escolhidas pelo simbolismo e pela relação com a cura.
O amargo dentre- de- leão representa o sofrimento cristão e a Paixão de Cristo; as flores brancas de morangueiro simbolizam a virtude; as violetas, a humildade; e os espinhos à esquerda da cabeça de Cristo representam a dor física e espiritual.
O carvalho cortado representa a árvore da vida. O único galho com folhas, simboliza a esperança.

Pietà - Michelangelo
 
A Pietà de Michelangelo Buonarroti retrata Maria como uma jovem. Com expressão melancólica, ela está de cabeça baixa e parece aceitar a vontade de Deus.
Enquanto isso, Maria gesticula com a mão esquerda para mostrar o seu filho morto para o mundo.
A escultura para muitos é considerada um milagre e causa perplexidade como uma rocha qualquer pode assumir uma forma que a natureza dificilmente cria na carne humana.
Michelangelo estava com 23 anos quando esculpiu a Pietà, na época sentia uma tristeza profunda, devido ao clima de perseguição de idéias que começava a se estabelecer na Itália.
Aos críticos da época que apontaram algumas falhas na obra, como a cabeça da virgem ser pequena em relação ao corpo, muitas vestes e o rosto ser mais jovem que o do filho, entre outras, Michelangelo dava a seguinte resposta:
"Não sabeis que as mulheres castas mantêm seu frescor mais tempo que as que não são? É o que se tinha de verificar com uma virgem em cujo seio jamais palpitou o desejo lascivo que realmente afeta o corpo!"
Em 1972, aconteceu algo inusitado. Um louco golpeou com um martelo a cabeça da virgem, atingindo de cheio o olho esquerdo e a ponta do nariz da belíssima escultura. Por causa deste ato de vandalismo, a Pietà foi colocada em uma redoma de vidro inquebrável.
Ela está protegida dos loucos e nós, mulheres, como vamos nos proteger?