quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Caiaque em corredeira em Barra do Una

Nosso monitor

A galera jovem e cheia de adrenalina que invade o Litoral Norte tem uma opção de passeio que vai além das praias no verão. No dia que o mar estiver sem onda é possível deslizar de caiaque em corredeiras, em Barra do Una, na costa sul de São Sebastião.
O passeio é ideal para quem gosta de aventura e encara com disposição o desafio de remar contra a maré. O início da remada é tranqüilo e dá para apreciar a vegetação exuberante que envolve o Rio Una, nome de origem Guarani, que foi escolhido devida a cor escura da água, resultado da decomposição de material orgânico.
A flora é bastante rica e diversificada. Existem mais de 800 espécies de árvores, algumas ainda não identificadas.
Enquanto os remadores se esforçam para atingir a corredeira, alguns expectadores atentos assistem a passagem dos caiaques. São as centenas de pássaros, como Tiê, Martim Pescador, Guaxé, Garça e muitos outros, que ficam olhando da margem do rio.
Além dos pássaros, outros animais silvestres vivem na mata que envolve o rio e às vezes aparecem para ser admirados pelos turistas, como a paca, cotia, guaxinim, saruê e tatu.

Eu em tratamento de beleza: banho de argila

A partir de um trecho, o Una se torna muito raso e o jeito é descer e empurrar o caiaque para não ficar preso na areia. Antes de chegar no ponto mais radical do passeio, é feita uma parada estratégica para um banho de argila, que vem sendo estudada por especialistas.
De acordo com os monitores, existe a suspeita de que a argila do local pode ser usada em tratamento de pele. Por via das dúvidas, não custa nada experimentar.
Os turistas geralmente entram na brincadeira e usam a argila para fazer máscaras divertidas. O caminho do rio se torna cada vez mais sinuoso e difícil de ser navegado conforme se aproxima da corredeira.

Repare nos troncos de árvores

Em certo ponto do passeio, é preciso praticamente deitar no caiaque para conseguir ultrapassar um tronco de árvore que corta o rio e bloqueia a passagem.

Ao chegar na corredeira é preciso levar o caiaque nas costas por um caminho de pedras até o local da descida. Dali é só tentar controlar o equipamento para ele não bater nas pedras e virar, o que é bastante comum.
Depois de um dia com tanta aventura e esforço físico nada mais agradável do que a volta do passeio, quando o caiaque praticamente desliza sozinho sobre as águas levado pela correnteza.

Momento vídeo cacetata

“O segredo para ter um bom rendimento no caiaque é manter uma postura reta e ao mesmo tempo relaxada para evitar a vibração. O caiaque agüenta até 120 kg e pode ser praticado por pessoas de todas as idades. O tombo acontece quando as pessoas ganham confiança e fazem movimento brusco com o caiaque”, conta o coordenador de canoagem, Alexandre José de Lima.
Uma das melhores agências para fazer esse passeio é a Green Way, localizada na avenida Mãe Bernarda, em Juquehy. Todas as saídas dependem de agendamento prévio e podem ser feitas pelo telefone: (12) 3891- 1075.

Local de Saída: Pousada Estalagem do Píer - Barra do Una

Duração: 3 horas
Valor: R$70,00/pessoa
Translado até o início do passeio não está incluso.