domingo, 30 de setembro de 2012

6º Dia - Dieta: Meu Primeiro Final de Semana “Magro”

Depois do susto de sexta-feira, resolvi que pegaria leve no final de semana.
Não quero passar novamente por aquela queda de braço com a balança.
E quer saber? Estou muito orgulhosa de mim. Você nem imagina quantas tentações eu tive que superar. E superei! 
Preciso dizer que só consegui graças ao apoio da família e principalmente do meu marido. Eles estão empenhados em me ajudar na dieta e estou adorando.
Claro, que nem por isso aderiram ao meu regime. Dá para culpa-los por não trocar a dobradinha por salada? Ou um churrasco suculento de picada e lasanha por camarão com chuchu?
Eu não consigo.
Fazer dieta está me levando mais vezes a cozinha. Não somente a geladeira onde tudo está resfriado ou congelado, mas ao fogão.
Quem diria que eu estaria indo ao fogão para preparar comidinhas leves. Pode ser que eu descubra um novo talento, pois até o momento, quem provou dos meus quitutes, só elogiou.  
Para evitar as tentações, eu levei a minha marmita para os locais aonde almocei neste final de semana, no caso para casa da mamãe e da minha irmã. Elas não acreditaram.  
O problema foi na hora do jantar. Como levar a marmita para um restaurante em Ilhabela. Não dá, né? Escolhi o local pelo nome: Manjericão. Parecia bem fresco e saudável.
 É uma pena que não tinha pão integral na entradinha, por causa disso não pude provar os patês que estavam com uma cara ótima.
O prato principal foi peixe grelhado com legumes cozidos. Lógico que dispensei o arroz. Não foi fácil. Mas, eu consegui.
Eu fechei a noite tomando um chá de hortelã no Café Ponto das Letras. Em outros tempos, com certeza teria pedido um strudel de maçã e café. Vamos deixar o passado para trás, não é?
Além de ter sido cuidadosa com a alimentação, também fiz caminhadas no sábado e no domingo.
Estou muito feliz comigo.
Sinto saudades dos meus antigos hábitos, mas é bom saber que posso muda-los a qualquer hora.
Não deixo o estômago dar as regras na minha vida. Odeio regras.
Gostei da frase, kkkk.