segunda-feira, 1 de outubro de 2012

7º Dia - Dieta: Pessoal, cadê vocês?


Nem pensem em me abandonar turminha do Espaço Bem Estar, logo agora que estava me acostumando a tomar shake com “gargalhadas”.
Hoje eu tive a companhia da Mariana, que divertiu a todos com uma história picante. Só porque vocês faltaram ao nosso encontro (ou se anteciparam) eu não vou contar. Fiquem curiosos, essa será a minha vingança.
Mas, vou contar que hoje li na revista Vida Simples que a nova moda da gastronomia é usar poucos ingredientes para fazer receitas simples e saborosas.
É isso, sem querer estou na moda.
Quem me conhece sabe o quanto eu sou totalmente analfabeta na cozinha. A culpa não é toda minha (nunca é, rsrsrs).
Saí cedo demais de casa para que a minha mãe tivesse tempo de me ensinar às práticas culinárias. Depois quando casei, eu já trabalhava fora e não tinha tempo de cozinhar.
Até esse momento, eu era conhecida como a cozinheira de um único prato: macarrão. Nem preciso dizer que o motivo dessa especialização foi a praticidade.
Agora estou em um novo ritmo e acredite estou empenhada em aprender o máximo possível sobre as qualidades das verduras e das frutas.
Por ter o privilégio de morar no litoral, prometi colocar mais peixes e frutos no mar no meu cardápio diário. Acredite isso antes era exceção.
Hoje, por exemplo, eu preparei um jantar de gala, um “restondontê” incrementado.
Primeiro caprichei na salada. Ela precisa ter no mínimo quatro cores para ficar bonita e saborosa. Para acompanhar salmão grelhado com shoyo e refogado de camarão com chuchu.
Arrasei, não acham?
Em breve, não vou mais confundir mandioca com inhame.