quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Salzburg - Uma cidade de conto de fadas

EUROPA
 
Áustria - Salzburg
 

Chegamos de carro em Salzburg vindos de Liubliana, na Eslovênia, foram cerca de 280 km.
A estrada passa bem próxima aos alpes e é muito bonita. Ficamos hospedados em um pequeno hotel chamado Kohlpeter, com decoração e restaurante bem tradicional.
A primeira impressão que eu tive era de estar em uma cidade de conto de fadas.


 
 
Salzburg é cortada pelo Rio Salzach, que a divide em Cidade Nova e Cidade Velha.
Quando saímos do carro nós vimos uma linda ponte, onde os casais apaixonados prendem cadeados, como uma demonstração de amor eterno.
Lá tinha uma artista, com roupas da época, tocando lindas canções em troca de algumas moedas.
 

Nós seguimos para a Cidade Velha, com torres, fontes de água, igrejas barrocas e a Fortaleza de Hohensalzburg.
 
 
 
 
Esta área é cercada por duas montanhas menores, Mönchsberg e Kapuzinerberg, que funcionam como o pulmão verde da cidade.
 

Na cidade velha, eu fiquei encantada com a decoração da rua do comércio chamada Getreideasse, lindíssima!
 
É como voltar no tempo, quando os letreiros das lojas e cafés eram confeccionados com ferro. Até mesmo a Zara e o McDonald’s entraram no clima medieval. É uma festa para os olhos, mas o preço por lá é bastante salgado.
 
 
Nós caminhamos sem pressa pela Getreidegasse e quando percebemos estávamos em frente à casa onde nasceu Mozart, um predinho com fachada amarela, hoje o lugar foi transformado em um museu.
 
E não demorou muito para chegarmos à Mozarplatz, uma praça bem grande e adivinhe quem encontramos por lá? A estátua de Mozart, claro!
 

Um pouco mais e chegamos a Catedral de Salzburg, considerada a principal igreja da cidade, seu estilo barroco e suas cúpulas de cor verde água podem ser vistas de praticamente todas as partes da cidade.
 
Em uma praça próxima da igreja, a Kaptel-Platz tinha um palco, onde algumas bandas passavam o som. Parece que ali, em agosto, acontece o Festival de Música.
 
 
Nesta praça também vimos algumas coisas inusitadas, como uma imensa esfera dourada com um homem olhando para a montanha.
 
 
 
 
 Dizem que ele está à procura desta mulher que está numa pequena gruta.
 
 
Na praça tinha algumas peças grandes de xadrez, que as pessoas podem movimentar como se estivessem jogando uma partida. Essas sim eu gostei muito.
 
 
Em cada canto da cidade existe uma referência a Mozart. Eu não resisti e comprei uma caixinha de música e alguns chocolates para a família.
 
 
A cidade de Salzburg é linda e vale muito a pena visita-la. Não chegamos a conhecer a Cidade Nova, onde está localizado o Palácio Mirabell e o jardim que ficou famoso graças ao filme Noviça Rebelde.
 
 
Se algum dia eu tiver nova oportunidade, volto à Salzburg com muito prazer. Espero que não demore muito.