quinta-feira, 19 de setembro de 2013

Os encantos da Primavera





No próximo domingo, dia 22, exatamente às 17h44, entraremos na Primavera!

Essa exatidão no horário - que sempre me chama a atenção - tem uma explicação: é o momento, chamado de Equinócio, em que o sol incide com maior intensidade sobre as regiões que estão localizadas próximo à linha do Equador. E quando o fenômeno ocorre, o dia e a noite tem igual duração, ou seja, 12 horas (certinhas) para cada período.
Aliás, o Equinócio acontece duas vezes ao ano: em março, quando entramos no Outono (aqui no Hemisfério Sul); e em setembro, como ocorrerá no próximo domingo, quando (também em nosso hemisfério) iniciamos a Primavera.
E sabia que a única capital brasileira em que é possível ver a chegada da Primavera é Macapá?! Isso porque a cidade é cortada pela linha imaginária do Equador - e tal feito é uma das principais atrações turísticas de lá.
Vale lembrar que nós, do Litoral Norte de São Paulo, também temos o privilégio de um evento parecido como esse. Ubatuba (que é cortada pelo Trópico de Capricórnio) é a primeira cidade do Hemisfério Sul a receber os raios de sol do Verão! Neste ano, por exemplo, o fenômeno ocorrerá às 15h11 do dia 21 de dezembro - hora já corrigida para o Horário de Verão, que iniciará à meia noite do dia 20 de outubro (e só terminará no dia 16 de fevereiro de 2014).
Deixando de lado as explicações astronômicas e meteorológicas, vamos para as teorias filosóficas!
A Primavera representa o começo de um novo ciclo, um “nascimento”; trata-se de um momento de prosperidade e, também, de crescimento. Dizem que é o período ideal para trabalhar a comunicação, a abundância e a fertilidade em nossas vidas, pois é quando recebemos energia para abrir novas fontes de criatividade e nos tornamos mais otimistas, observadores e determinados.
E tanta beleza assim só podia mesmo combinar com as flores! Quer época melhor para cultivá-las, tanto em casa como no trabalho, enchendo de vida e alegria os ambientes?!
As flores de cores brancas, rosas e violetas, por exemplo, remetem à paz, à espiritualidade e à meditação.
Já as amarelas estão relacionadas ao sol, representando força; as vermelhas, ao fogo, simbolizando vitalidade; e as verdes, à harmonização, transmitindo equilíbrio.
Algumas espécies típicas: gérbera, hibisco, manacá-da-serra, violeta, rosa e gazânia.

E sabe qual é outro encanto da Primavera? A variedade de frutas, legumes e verduras com maior valor nutricional e menor preço!
Mas vamos deixar esse assunto para amanhã. Prometo trazer dicas sobre alimentos e até receitas rápidas pra você aproveitar ao máximo a nova estação.
Beijos e até lá!