domingo, 1 de setembro de 2013

Um porto seguro


Existem coisas na vida que são essenciais e para mim uma delas é contar com um porto seguro, um lugar que eu possa regressar a qualquer hora e com qualquer humor.
É claro, que o sentido de um porto seguro muda de acordo com o perfil de cada um.
Existem pessoas para quem um porto seguro é sinônimo de lar, representado na casa que pertenceu aos seus avós, depois aos seus pais e agora reside com os seus filhos.  
Já para outras pessoas um porto seguro significa apenas um quarto de hotel, independente da cidade, um lugar aonde pode tomar um banho quente e dormir uma noite tranquila.
Eu sempre pensei que fazia parte deste último grupo. Apesar de adorar brincar de casinha, eu nunca me prendi a um lugar.
Ainda muito nova, eu fui morar sozinha na capital paulista; logo me casei e mudei para o interior e, já com filhos eu retornei ao litoral para a cidade onde nasci.
Isso sem contar às vezes em que mudei de casa e digo que cada uma dessas experiências foi recebida por mim com braços abertos.
Eu adoro ajeitar os móveis na casa, encontrar um novo uso para a penteadeira, por exemplo; arrumar o guarda-roupa, pintar as paredes ou descobrir o supermercado mais próximo, essas coisas que para alguns é filme de terror e para mim é uma alegria.
Eu adoro o movimento e me adapto logo as mudanças. Mas, hoje eu sei que o sentido de um porto seguro nada tem a ver com casa, cidade ou país.
Na minha última viagem de férias, eu conheci muitos lugares diferentes. Cada noite em uma cidade e a princípio foi uma delícia, mas com o tempo passei a sentir saudades das coisas mais básicas.
Eu senti falta de preparar o meu café da manhã, dormir na minha cama e ouvir o idioma do meu país, mas, principalmente, da minha família.
Havia momentos em que tudo me fazia recordar as pessoas que eu amo. Uma cor, uma praia, o cheiro de uma comida ou um retrato na parede.
Eu lembro uma noite em que eu e o meu marido estávamos andando por uma praça e paramos para ouvir uma banda de rock, onde já tinham muitas pessoas reunidas.  
Eu pensei: - Apesar de tantas pessoas, somos apenas nós dois. Os outros eram apenas rostos na multidão.
A experiência me ensinou que ter um porto seguro não é apenas ter um lugar aonde dormir ou curar as minhas feridas, mas onde estão as pessoas que me querem bem e sentem a minha falta.
“Onde estará o teu coração, ali estará o teu tesouro”, MT 6:21.
O porto seguro é onde o amor está.