sexta-feira, 23 de maio de 2014

Brasil mostra a sua cara


Distância - Tarcila do Amaral
A Semana de Arte Moderna de 1922 foi um escândalo, pela primeira vez os artistas brasileiros mostraram as raízes das suas inspirações, do deserto da caatinga à exuberância da mata atlântica, e muitos foram mal compreendidos.
O povo acostumado às cores esmaecidas e os traços previsíveis da arte europeia deve ter perdido o fôlego ao se deparar com uma arte tão pessoal, exótica e ao mesmo tempo muito delicada.
Os artistas brasileiros deram um grito de liberdade e para quem não viveu naquela época a oportunidade de reviver o momento é ir a Mostra: Arte no Brasil: uma história do Modernismo na Pinacoteca de São Paulo reúne 50 obras entre pinturas e esculturas.
A mostra reúne 50 obras, entre pinturas e esculturas, de artistas como Alfredo Volpi, Cândido Portinari, Carlos Prado, Emiliano Di Cavalcanti, Ernesto Di Fiori, Flávio de Carvalho, José Pancetti, Lasar Segall, Sérgio Camargo, Tarsila do Amaral, Victor Brecheret, entre outros.

Antropofagia - Tarcila do Amaral
A Negra, 1923
A exposição apresenta um conjunto de quatro pinturas de Tarsila do Amaral, como Carnaval em Madureira e Antropofagia, artista de recorrência do período, não presente na determinante exposição da Semana.

Bordel, Di Cavalcanti
 
Um dos meus pintores preferidos, Di Cavalcanti, também está representado com seus bordéis e suas mulatas, assim como Victor Brecheret com as esculturas O Beijo e Tocadora de Guitarra.  
 
Família, Portinari

Portinari, que retratou de forma tão poética e ao mesmo tempo tão crua a realidade social no Brasil, está representado na mostra, observe os tons usados no quadro "Família". 

Bananal, Lasar Segall
 
A mostra também atenta a referências anteriores, como Lasar Segall com Bananal, um dos primeiros a expor uma obra não acadêmica no Brasil. Meio homem, meio macaco e meio girafa (olha o pescoço comprido), eu quase posso ouvir ele dizer: CHEGUEI!

Meus preferidos:







A Procissão - Volpi

Carnaval em Madureira - Tarcila do Amaral

Mamoeiro ou Dançarino - Cícero Dias

Mulher com chapéu panamá - Di Cavalcanti

Ouro Preto - Alberto da Veiga Guignard

Dois Irmãos - Ismael Nery

Local: Estação Pinacoteca
Endereço: Largo General Osório, 66 - São Paulo, SP
Data: de 19 de outubro a 27 de dezembro de 2015