terça-feira, 13 de maio de 2014

Dicas para arrumar o guarda-roupa para o inverno de olho nas tendências das passarelas



É hora de mudar o guarda-roupa para deixar as roupas de inverno próximas das mãos.
E, assim, como faço todos os anos, antes de substituir as roupas que usei durante o verão por peças mais quentinhas eu olho uma por uma e sigo um critério bem pessoal.
Antes de me desfazer delas ou guarda-las em um lugar de difícil acesso, eu procuro saber se poderão ser reaproveitadas na estação seguinte combinadas com peças invernais.
O lado positivo de quem mora em um país tropical, onde o frio é ameno e as manhãs quase sempre ensolaradas, é que a moda entre uma estação e outra pode dialogar sem problemas.
Portanto, além de separar as peças que vão ser levadas para a costureira ou para a lavanderia, essa também é a hora da pesquisa para saber as tendências do inverno.
Eu, por exemplo, sempre procuro me informar sobre as tendências de cores e acessórios.
Eu já sei, por exemplo, que este inverno promete tonalidades mais vivas.


No topo da lista está o vermelho sangria, um tom que puxa para o fúcsia e é ideal para dar cor e vida nos dias mais cinzentos.
Para quem não é tão ousada, pode apostar em um batom ou sapato nesta cor.
 

O verde militar, o azul cobalto e o azul marinho continuam sendo tendências. O cinza, também chamado de alumínio, que já foi chamado de novo preto na temporada passada, ainda estará em alta.
 

Eu fiquei contente em saber que os maxi colares, brincos e pulseiras grandes e volumosos continuarão na moda.


Da mesma forma, quem comprou saltos com transparência, aqueles feitos em parte com plástico, se deu bem porque poderá aproveitá-lo também no inverno.
 

Este inverno promete ser muito feminino, por isso, as cinturas receberão um destaque e para isso nada melhor do que os cintos. Eles serão imprescindíveis e poderão ser usados sobre casacos, jaquetas, vestidos e calças. Abuse!
 

Os moletons ganham destaque na estação, mas aparecerão com uma pegada mais urbana, com tachinhas e brilhos. Conforto parece ser a palavra de ordem, mas sem abandonar o glamour.
E quando falamos em conforto lembramos logo das roupinhas de tricô e de lã, como os cardigãs compridos, com a gola alta e as calças no estilo fuso, bem agarradinhas.
 

Essas peças que ficavam em segundo plano, geralmente usadas nos dias mais frios apenas por baixo de casacos ou calças de alfaiataria, agora aparecerão com tudo.
Eu adoro roupas de tricô e lã, e você?
Além de serem quentinhas, me deixa feliz em pensar que é um trabalho artesanal. Isso confere um valor maior às roupas. E se tiver sido feita por sua avó, tia ou primas... (Isso aí soou uma indireta?).

 
Para quem trabalha em um ambiente mais sério e precisa seguir uma moda mais clássica, a sugestão é apostar nas peças em alfaiataria, com modelagem mais larga e confortável.  
 

Estampas? Na passarela as peças com estampas geométricas e aquelas que sugerem uma ilusão de ótica apareceram em grande número.
 

Os anos 60, repaginados é claro, vão estar em alta. Por exemplo, se você ainda tem um daqueles casaquinhos ou blusinhas apertadinhos na cintura comece a olhar para eles com um novo olhar.
Por falar nisso, as franjas continuam.

 
Para quem acha muito ousado, pode seguir o mesmo critério das cores e minimizar o efeito apostando nos acessórios com franjas, como bolsas, botas, pulseiras e o que mais tiver.

 
Bem dosadas as franjas tiram o look do convencional e podem surpreender com charme.   
A moda do inverno também está bastante feminina e romântica. Os casacos, por exemplo, podem aparecer com capuz grande e estampas de flores e não estranhe se você se sentir um pouco como as princesas de conto de fadas.
 

Outra tendência são as estampas com imagens do filme Star Wars. Será uma viagem ao futuro.
Você me conta se encontrar em alguma loja da cidade camisetas com essas estampas? Sou fã da série e vou querer uma do Darth Vader, bem rock.   
 

Espero tê-la ajudado a arrumar o seu guarda- roupa para o inverno. Eu sei que esse não é um momento agradável para a maioria, mas eu simplesmente adoro.
Com um olhar atento você poderá se apaixonar novamente pelas suas roupas e fazer economia.  E, como diz a propaganda, chique é ser inteligente!