terça-feira, 16 de setembro de 2014

Rota 66 – A Lendária estrada americana

AMÉRICA DO NORTE

EUA - Arizona
Rota 66


Com os meus óculos a la John Lennon, atravessei a histórica Rota 66, no trecho do Estado do Arizona, com uma agradável sensação de liberdade. Abri as janelas do carro, coloquei as mãos para fora e senti o vento.




A estrada é comprida e parece infinita. O sentimento é de liberdade e também de solidão. No meu caso, uma solidão acompanhada.
Quando olho para os lados tudo o que eu vejo é uma terra plana e que parece não ter fim. A vegetação é rara, seca, o que acrescenta a sensação de solidão.
O jeito é aumentar o som do carro e pisar fundo no acelerador. Em alguns pontos aparece uma ferrovia e o trem se aproxima, passa por nós e segue o seu destino.


A estrada de ferro, construída em 1882, para carregar gado para as fazendas da área, juntamente com minério da Mina de Prata Agreira, que hoje está inativa.
Será que vamos chegar a algum lugar? No momento, tudo parece muito distante. Poucos carros passam por nós.
Alguns motoqueiros acenam para nós, uma espécie de fraternidade, afinal estamos no mesmo caminho.


À beira da Rota 66 está o Hackberry General Story, uma espécie de museu, que se tornou ponto de parada para quem atravessa a lendária rodovia e deseja voltar no tempo.




 Do lado de fora, tem bombas de gasolinas antigas, carros no autêntico estilo vintage, vários artigos e sinais de trânsito que remetem aos tempos áureos da Rota 66.


Uma estátua de índio guarda a porta da loja.


Lá dentro um mundo de coisas, placas de carros, bombas de gasolina, artigos para motoqueiros, gifts, fotos de artistas como Elvis Presley e Marilyn Monroe e outros ídolos americanos.

 

Lá fora estão às mesas de piquenique, o balanço e uma réplica de oficina.

 
Lá conversamos com um cara, de meia idade, um tipo meio marrento, que tomava uma cerveja Route 66. Ele fez algumas perguntas sobre o nosso destino e ficou surpreso ao saber que éramos brasileiros, fez algumas fotos nossas e depois partiu. 
 

A Rota 66 não existe mais oficialmente, com os anos o governo construiu estradas mais seguras e modernas.


Mas, a Highway 66 que um dia estendeu-se desde Chicago a Los Angeles e atravessou grande parte do meio oeste americano, com 3.940 km, ainda está muito viva no imaginário das pessoas do mundo todo.

Enquanto o carro seguia pela rodovia, considerada a "mother road" ou "main street" dos americanos, eu ficava lembrando as músicas e os filmes rodados ali. Pensava nos jovens aventureiros e migrantes que tinham percorrido a estrada em busca dos seus sonhos.   

Ao olhar a planície que se estende dos dois lados da rodovia, uma espécie de “terra sem fim”, a sensação é mesmo incrível. Se eu pudesse, teria guardado esse sentimento em um pote para abrir naqueles dias em que estivesse presa na rotina.
Depois de muita estrada, chegamos a Flagstaf, onde devoramos um sanduiche no Five & Guys, existem outras opções de lanches, mas estávamos com pressa para chegar à mágica cidade de Sedona, a cidade das Red Rocks.