sábado, 27 de dezembro de 2014

Dicas - Como cuidar do jardim no verão



No Litoral Norte de São Paulo, onde eu moro, o clima durante o verão é quente e úmido e, nesta época, eu fico com muitas dúvidas sobre o que fazer e não fazer para manter as plantas do jardim saudáveis.
Posso regar durante o dia ou devo esperar o sol ir embora?
Janeiro e fevereiro coincidem com o período de férias, exatamente quando eu tenho tempo para refazer os vasos, trocar e adubar as plantas. Mas, será que é a melhor época do ano para fazer isso? E qual planta eu devo comprar?
Eu adoro bromélias, mas no verão elas são vistas como uma ameaça à saúde por reservarem água da chuva, que depois servem de criadouro para mosquito da dengue. Então, se eu tenho essas plantas no meu jardim, o que eu devo fazer?

Fernando Puga, agrônomo
Você percebeu que não faltam dúvidas quando se trata de manter um jardim bonito durante o verão. Para respondê-las eu convidei o meu amigo Fernando Puga, proprietário da Odara Jardins, responsável pelo paisagismo da minha casa.
O Fernando se formou na UNESP de Botucatu, em 1991, desde então flutuou em vários setores da profissão, tanto em agricultura quanto em meio-ambiente.
Hoje, ele se dedica as atividades de reflorestamento e paisagismo e, para unir as duas coisas, utiliza muitas espécies ameaçadas da Mata Atlântica em seus projetos, como o Palmito Juçara, que atrai tucanos, araçaris e maritacas.
No projeto da minha casa, o Fernando usou algumas dessas espécies e quanto mais o tempo passa mais o jardim fica bonito e charmoso. O cara é mesmo um craque, por isso, aproveitem às dicas.

Encantes - Quando chega o verão quais os cuidados que devemos ter para manter as plantas sadias?
Fernando - Com a chegada do verão as plantas aumentam o metabolismo e o principal cuidado é manter as plantas bem regadas e pode regar em qualquer hora do dia. É tempo também de se fazer adubação, de preferência orgânica com composto ou húmus de minhoca.

Encantes – Nesta época, apesar do calor, acontecem muitas pancadas de chuva. Essa umidade pode prejudicar as plantas causando doenças, por exemplo? O que podemos fazer para evitar.
Fernando - As chuvas em excesso não prejudicam as plantas, em um clima tropical como o nosso, as plantas estão adaptadas à umidade, o que não dá, é para plantar espécies de clima frio, que podem morrer com o calor e a umidade de nosso clima.


Encantes – As bromélias são vistas como criadouros do mosquito da dengue por reservarem água. Nesta época chuvosa muitos acabam eliminando- a do jardim. É correto colocar água sanitária no centro da planta para evitar que isso ocorra? Existe alguma solução mais natural?
Fernando - As bromélias podem sim criar o mosquito da dengue, principalmente nos grandes centros. Em locais como a Costa Sul de São Sebastião ou áreas que fazem margem com nossa Mata Atlântica a bromélia não cria o mosquito da dengue devido à competição com espécies de mosquito silvestres. Na fase larval os mosquitos silvestres são mais competitivos e não deixam as larvas de Aedes aegypti se desenvolverem. Quem chegou a esta conclusão foram os pesquisadores do Instituto Osvaldo Cruz em pesquisa no Jardim Botânico do Rio de Janeiro. Não recomendamos a adição de água sanitária na roseta das bromélias, pois esta água desequilibra este ecossistema, prejudicando a vida microbiana e também rãs e passarinhos que se abrigam.

 
Encantes – Existem plantas que podem ajudar a repelir insetos e até o mosquito da dengue, repentes naturais? São fáceis de encontrar? Como funcionam?
Fernando - O simples plantio de espécies que possuem algum ingrediente ativo repelente aos mosquitos não funciona com efetividade. Plantas que possuem o ingrediente "citronelal" como o capim citronela ou o Eucaliptus citriodora não tem poder de repelir insetos. Há a possibilidade de retirar o ingrediente ativo com solução de álcool e misturar com óleo para fazer um repelente caseiro.

Jardim by Odara Jardins
Encantes – Para quem deseja aproveitar as férias para iniciar um jardim, quais plantas e flores se adaptam melhor ao verão da nossa região?
Fernando - Em uma região de clima tropical como a nossa, as espécies são muitas e a principal característica é esta diversidade, mas em nossos jardins eu procuro não deixar faltar espécies ameaçadas de extinção como o Palmito Jussara que atrai tucanos, araçaris e maritacas e o Cambucaeiro, que nos fornece uma das mais saborosas frutas do planeta. Destaco também as lindas e diversas heliconias, bromélias e orquídeas.


Encantes – No ano novo, é comum as pessoas comprarem rosas brancas para jogarem na água do mar para Iemanjá, o que você tem a dizer sobre isso?
Fernando - Ecologicamente não há nenhum problema em jogar rosas brancas ao mar, não há nenhum efeito negativo no ecossistema, que irá depurar e decompor as rosas.

Encantes – Conhece alguma simpatia com flores para o ano novo?
Fernando - Não conheço nenhuma simpatia, mas tenho certeza que presentear alguém querido com flores sempre é uma simpatia que atrai boa convivência e simboliza o carinho que o portador tem em relação ao presenteado. Desta forma, recomendo que dê uma flor para renovar o amor e a esperança de um novo ano com realizações e felicidade.


Encantes – Deixe uma mensagem para os leitores do Blog Encantes
Fernando - A você, leitor do Blog Encantes, desejo que tenha coragem de produzir um Ano verdadeiramente novo, que a reflexão sobre o tempo já vivido lhe dê condição de ter felicidade e realizações que até este ano você ainda não conseguiu. Nunca deixe de observar que viver é um milagre, portanto, utilize e observe este tempo como único e como o seu maior patrimônio. FELIZ 2015!

Obrigada, Fernando, pelas dicas que tornarão o nosso jardim muito mais belo.
Feliz 2015!

Endereço da Odara Jardins - Av. Vereador Antônio Borges, 1153 - Topovaradouro, São Sebastião (São Paulo)/ 012 3862-6467