sexta-feira, 16 de outubro de 2015

Olá, minha amiga do peito


Eu vou contar para você um segredo: morro de medo de fazer o auto-exame para detectar o câncer de mama.
Apesar de saber a importância dessa atitude, eu fico muito tensa só em pensar que talvez eu encontre algo que de uma hora para outra vai transformar a minha vida em um caos.
Será que só eu sou assim? Eu acho que não. 

Eu tenho casos de câncer na família. A minha avó teve câncer de mama e retirou um seio. Isso foi há décadas , mas ela se curou e para mim é um exemplo real de que o câncer tem cura.
A minha tia teve câncer no peritônio e foi uma batalha difícil, que eu tive a honra de lutar ao lado dela, vibrando a cada pequena vitória e sofrendo muito também quando as coisas ficaram difíceis.
Ela venceu o câncer e sempre que eu olho para ela é como estar vendo um pequeno milagre bem na minha frente.
O fato da minha avó e minha tia estarem vivas e saudáveis, me fez acreditar que o câncer é uma doença séria, mas pode ser tratada.
No entanto, há cerca de um ano, eu perdi o meu tio, super jovem e cheio de vida, para o câncer no intestino. E, novamente, senti um medo danado.
Por causa do histórico da minha família, eu faço mamografia todos os anos, mas com a morte do meu tio, eu perdi a coragem e adiei o exame.
Eu fiquei três anos sem fazer os exames, passou tão rápido que não me dei conta e quando a médica me alertou sobre isso eu quase congelei.
3 ANOS? Sério?
Não dava mais para adiar e fui fazer a mamografia. Os exames não detectaram nenhuma anomalia, eu estou saudável.
Mas, vou confessar uma coisa, ter esperado todo esse tempo para fazer os exames da mama me deixou com mais medo ainda.
Medo de morrer por causa da minha covardia. Eu sei que as pessoas que me amam não merecem isso.
Por isso, disse para mim mesma: Se existe um inimigo é melhor saber logo quem é, onde está e se preparar para lutar com todas as forças, se for para morrer que seja no campo de batalha!
Por que eu estou contando tudo isso?
Para você que tem tanto medo quanto eu e tem adiado o exame que detecta o câncer de mama saiba que não está sozinha.
Sentir medo é normal. Morrer por causa disso é que não é.