segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

Itália: Muitos motivos para amar


Eu sei que o dólar está pela hora da morte e o euro, então, nem se fala. Tão pouco desconheço o fato do nosso país estar passando por uma crise 'braba', mas apesar dos pesares, sonhar ainda não custa nada e faz um bem danado para a alma.
Ao remexer no meu baú de memórias e reler matérias antigas, eu encontrei algumas histórias sobre uma viagem que fiz pela Itália e voltei a sonhar com os campos de oliveiras e girassóis e a sentir o sabor das pastas com molho de tomate fresquinho e a sorrir lembrando dos passeios por cidades cheias de obras de arte.  
Eu decidi convidar você para refazer a rota que eu percorri por lindos lugares na Itália: Portofino e Porto Venere (Riviera Italiana), San Gimignano e Volterra (Toscana), Florença e Veneza. Vamos lá?



Eu parti da França rumo à Itália de carro e, após cruzar a fronteira em Mônaco, a minha primeira parada foi em Gênova, na Ligúria.
No dia seguinte, segui até a vila de Portofino, um passeio de aproximadamente 40 minutos. Para chegar até Portofino é preciso atravessar uma estradinha sinuosa, que tem início em San Margherite.
Portofino é a cidade mais luxuosa da Riviera Italiana e ganhou fama nos anos 50, quando as celebridades do cinema como Greta Garbo, Clark Gable, Ingrid Bergman, Sofia Loren, além de membros da realeza, passaram a frequentar o local.
Portofino é uma vila muito pequena e ao redor da praça, que por lá é chamada de Piazzeta, estão os restaurantes e as lojinhas. Além das charmosas casas coloridas, que um dia já pertenceram aos pescadores.
Quando eu estive por lá, o dia estava chuvoso e nos abrigamos no restaurante San Giorgio, onde aproveitei para saborear um delicioso expresso enquanto olhava o mar de cor verde intenso. Um dos momentos glamour da viagem.  


No mesmo dia, eu conheci Porto Venere, uma vila um pouco maior do que Portofino, com mais opções de lojas e restaurantes, o que inclui opções com preços mais razoáveis.
Da mesma forma, Porto Venere tem o charme do colorido dos prédios à beira mar. No alto da montanha, é possível visualizar o Castelo Doria, cercado por uma muralha.
Lá é ponto de saída de barcos que levam os turistas para conhecer Cinque Terre (Monterosso, Vernazza, Corniglia, Manarola e Riomaggiore).  
Enquanto estiver por lá, aproveite para saborear a brusqueta com o famoso molho pesto e o vinho Sciacchetrà, famoso na região.


Da Riveira Italiana segui o caminho rumo a região da Toscana, repleto de campos de girassóis, oliveiras, parreiras e ciprestes. O cenário é tão lindo que nem vi a hora passar.
Em um momento não resisti e, sob o céu de um azul intenso, abri a janela do carro e coloquei a cabeça para fora para sentir o cheiro da terra.
Se você tem curiosidade para conhecer a região, assista o filme “Sob o sol da Toscana”.
Eu fiquei hospedada em um casarão de pedra muito antigo, chamado Il Casale del Cotone, construído em 1676, na cidade de San Gimignano.
San Gimignano existe desde o século 10 e está localizada sobre um monte de 334 metros de altura, com vista para o Vale de Elsa.
Lá eu caminhei pela Praça da Cisterna, bem no centro da vila, atravessando a Porta Di San Matteo, que dá acesso a uma grande construção medieval até um corredor repleto de cafés, lojas e restaurantes.
As lojas vendem de peças de couro, cerâmica e madeira a artigos finos artigos de papelaria, vinhos, e azeites. Além disso, é possível encontrar o panforte, doce típico de San Gimignano, e o "pici", um tipo de macarrão mais largo que o spaghetti.


No dia seguinte, segui para Volterra, cidade que existe há 3000 mil anos. O dia que for até lá se prepare para subir escadas.
Volterra fica no topo de um platô, cercada por uma muralha do século 12, lá de cima é possível avistar a linda vista dos campos da Toscana e as ruínas de um teatro romano.
Na série Crepúsculo, de Stephenie Meyer, Volterra é a sede da família Volturi. No entanto, as cenas cinematográficas foram rodadas em Montepulciano.
A pequena cidade possui muitas ruelas estreitas, eu aproveitei para visitar as lojinhas de artesanato e conhecer o alabastro, tipo de mineral utilizado na fabricação de verdadeiras obras de arte.


A cidade de Florença é um parque de diversão para quem é apaixonado por arte renascentista.
Uma dica para quem vai ficar 1 dia em Florença? Chegue cedo e comece pela Catedral Gótica de Santa Maria del Fiore (conhecida simplesmente por Duomo) ou pela Galeria dell’Academia, onde está a escultura de Davi, de Michelangelo. Uau! É uma obra majestosa.
Antes de ir, leia o livro “Inferno”, de Dan Brown, cuja história se passa em Florença e o passeio pela cidade se tornará ainda mais interessante.
Florença respira arte. Na Basílica di Santa Croce estão seputados os corpos das pessoas mais famosas de Florença, entre elas Michelangelo, Galileo e Maquiavel. 


Para encerrar o dia com chave de ouro vá assistir ao pôr- do- sol da Piazzale Michelangelo, onde é possível fazer fotos panorâmicas de Florença.
A última cidade que visitei na Itália foi Veneza, conhecida pelo romance, teatro, música e, claro, pela sua estreita relação com o mar.


Se durante o dia a cidade é linda, quando à noite as luzes das ruas acendem, o visual é insuperável.
A Piazza San Marco é enorme, cercada por prédios históricos grandiosos.
Bem pertinho ficam os famosos gondoleiros. Durante o passeio, a gôndola passa embaixo da Ponte do Suspiro, que conecta o Pallazzo Ducale à antiga prisão e em frente a casa onde teria residido Casanova, um conquistador famoso, que nasceu em Veneza, em 1725.


Ir à Veneza e não passear de gôndola é como ir à Paris e não subir a Torre Eiffel. Uma vez, pelo menos, é preciso viver essa experiência.
Em Veneza fica a Ponte dei Rialto, de onde se tem uma linda vista do canal. Antes de anoitecer, vá até a Chiesa San Vidal compre entradas para um concerto de música clássica e você terá a sua trilha sonora sempre que lembrar de Veneza.
Eu não posso dizer que conheço a Itália porque fiquei poucos dias no país, mas lá eu vivi momentos de intensa felicidade que ficaram marcados para sempre na minha alma e no meu coração.
Se você já conhece a Itália, conte como foi a sua experiência.

Quer ler mais sobre a minha viagem ou ver mais fotos? Clique nos links abaixo:


Portofino- O glamour da Riviera Italiana 


PortoVenere - Agito na areia e passeio de barco para Cinque Terre


Toscana– O perfume da terra  


Florença:a cidade da arte   


Veneza– Um lugar para amar