quinta-feira, 21 de abril de 2016

Filme: Truman (2015)

Por Lenise Raplavschi



Sempre que eu penso em filme argentino, me vem à mente a imagem de Ricardo Darín. Considerado o melhor ator argentino da atualidade, Darín ficou famoso por sua atuação no filme O filho da Noiva e depois no vencedor do Oscar de melhor filme estrangeiro em 2010, O Segredo de Seus Olhos, dentre muitos outros.

O filme Truman se passa na Espanha e Darín interpreta Julian, um ator de teatro em decadência, divorciado e solitário. Diagnosticado com câncer já em fase avançada, o protagonista decide não continuar com o tratamento médico e, a partir daí, sai em busca de um cuidador para o seu fiel amigo, o cão Truman.

Mas Julian recebe a visita inesperada do amigo de infância Tomás, interpretado pelo ator Javier Cámara, um dos favoritos de Pedro Almodóvar. Julian e Tomás não se viam há anos, desde quando Tomás imigrou para o Canadá. Julian ressente a ausência do amigo, mas ao mesmo tempo rejeita um reencontro por piedade. Num primeiro momento, Tomás tenta convencê-lo sobre a possibilidade de continuar o tratamento e prorrogar sua morte, mas termina compreendendo que a decisão de seu amigo está tomada.
Ao mesmo tempo que me fez rir, o filme, claro, emociona. E muito! Julian e Tomás passam apenas quatro dias juntos, mas intensamente. A cada ida ao médico, ao veterinário e às prováveis (ou improváveis) casas de voluntários a adotar Truman, os dois amigos vão relembrando os momentos que passaram juntos. O desfecho inevitável da trama permeia o desenrolar da história. Corta o coração, mas está longe de ser um dramalhão.


O que poderia parecer apenas uma história dramática de um homem com câncer, de certa forma acaba sendo um brinde à vida. É um filme sobre amizade, amor, saudade e despedida. Prepare a caixa de lenços e bom filme!

Ficha técnica:
Elenco: Ricardo Darín , Javier Cámara , Dolores Fonzi , Àlex Brendemühl , Javier Gutiérrez , Troilo (Truman)
Direção e Roteiro: Cesc Gay
País: Espanha/Argentina
Duração: 108 min