quarta-feira, 29 de junho de 2016

Sexta-feira vai ter Reiki gratuito para os moradores de São Sebastião


Você já colocou as mãos na cabeça para afastar um pensamento ruim e uma dorzinha chata ou já colocou as mãos no coração quando sentiu medo ou tristeza? Sem perceber você pode ter praticado uma técnica de Reiki.
Se você ficou interessado em conhecer mais sobre essa técnica, nesta sexta- feira, dia 01, das 17h às 20h, será dado início a um novo projeto na área de saúde em São Sebastião.
O novo projeto visa melhorar a qualidade de vida dos moradores através da aplicação de Reiki, uma técnica japonesa que prove a redução do estresse, o relaxamento e a cura.
Se você não puder ir nesta sexta-feira, não fique triste. O atendimento continuará ocorrendo todas as semanas, sempre às sextas-feiras, neste mesmo horário, é gratuito e qualquer pessoa poderá participar.
O projeto é coordenado pela mestre Reiki nos Sistemas Usui de Cura Natural e Tibetano, Claudete Onishi, com apoio da Secretaria Municipal de Saúde.
“Essa prática não tem ligação com nenhuma religião e também não substitui o tratamento médico, é uma terapia complementar que visa a melhor qualidade de vida”, explica a mestre, Claudete Onishi.




Segundo Onishi, por meio do Reiki, a energia vital que existe no universo é usada para equilibrar e transformar as dores, os sentimentos e pensamentos e, assim, fazer com que prevaleça a paz e a harmonia.
Isso é feito através da meditação e sobreposição das mãos em alguns pontos do corpo (também chamados de chakras).
O Reiki surgiu no Japão, em 1800, através de Mikao Usui, diretor da Universidade de Doshita em Kioto, que também era cristão.




Contam que a sua busca pela energia que pode levar a cura teve início quando um dos seus alunos lhe perguntou qual era o método usado por Jesus e Buda para curar os doentes. O ocidente veio a conhecer o Reiki em meados de 1900, o Brasil em 1982.

Anote aí: A aplicação de Reiki é gratuita e será feita na sede da Coordenadoria da Mulher, localizada na Rua Manoel Rufino da Silva, 27, no Centro Histórico de São Sebastião.