quinta-feira, 13 de outubro de 2016

Tudo Bem



O telefone não toca e tudo bem. O e-mail aguardado não chega e você já conferiu mais de um milhão de vezes, mas tudo bem.
O dia termina. O sol vai embora sem que você tivesse sentido um toque de calor porque ficou o dia todo em casa a espera que algo fosse acontecer, mas não aconteceu e tudo bem. 
O marido chega da rua, com o rosto cansado de tanto trabalhar, você disfarça um pouco para esconder que não fez nada o dia todo.
Nada do que gostaria de ter feito e tudo bem.
Tudo bem que na hora de dormir você não pense em nada a não ser que não aconteceu nada. Foi um dia perdido. Um dia de tantas possibilidades, mas você deixou que fosse um dia perdido.
E, nessa hora, você lembra que apesar de tudo ainda está viva, tem uma vida equilibrada, os seus filhos estão com saúde, então, TUDO BEM!
Tudo bem agora. Tudo bem por enquanto, mas até quando?
A verdade é que você espera que algo novo aconteça com você, algo extremamente bom, que vai mexer com a sua vida, vai fazer você se sentir realmente Bem, mas até que descubra o que é tudo pode acontecer e vai passar ao lado.
Dizem que é preciso se mexer e você faz isso todas as manhãs.
Acorda, se arruma e vai para o trabalho. Mas, não pode ser isso que as pessoas querem dizer quando dizem para você se mexer.
Porque você faz isso todos os dias e nada acontece de verdade, a vida continua mais parada do que nunca.
O que acontece quando nada acontece? Você dorme, lê, trabalha, assiste a TV e come até o dia terminar, chegar à noite e depois outro dia.
Talvez seja apenas uma fase tranquila, talvez seja a vida cansando de você. Talvez seja você cansando da sua vida.
Talvez você não devesse questionar e apenas dizer: Tudo Bem.
Mas, existe alguém em você que não quer um Tudo Bem, ele quer um Tudo Ótimo!
Um alguém que deseja mais do que viver, quer hiper viver, quer viver até doer.
Tem pessoas que são intensas e totalmente loucas e Tudo Bem.