segunda-feira, 2 de julho de 2018

Exposição Entre Relevos, um caminho de fragmentos poéticos


No último domingo, eu fui conhecer a Exposição “Entre Relevos”, da artista plástica Isabel Galvanese, no Club Athetico Paulistano, em São Paulo. As obras são resultados de 15 anos de trabalho, período em que a artista ousou experimentar diversas técnicas até encontrar o seu próprio caminho.

sábado, 30 de junho de 2018

Oslo: a capital da Noruega respira o ar da juventude


Sol, céu limpo e sem nenhuma nuvem, muito frio. É só mais um dia de primavera em Oslo, capital da Noruega. Muitos jovens caminham pela rua principal, Karl Johans Gate e nós estamos entre eles. A atmosfera não podia ser melhor.

quarta-feira, 20 de junho de 2018

“Castelo de 'Hamlet” e a travessia de balsa para Suécia


Em Helsingor, a aproximadamente 40 minutos de Copenhague, onde é possível pegar uma balsa para chegar à Suécia, está localizado o castelo Kronborg.
Esse castelo foi imortalizado na história escrita por William Shakespeare sobre a tragédia do príncipe dinamarquês, Hamlet, que tenta vingar a morte do pai, que foi assassinado pelo próprio irmão.

domingo, 17 de junho de 2018

Visita ao Louisiana Museu de Arte Moderna


Pertinho de Copenhague, na cidade de Humlebæk, com vista para o mar, fica o Louisiana Museu de Arte Moderna que, além de ter um acervo muito interessante, com obras de artistas como Picasso, Kandinski, Warhol e Lichtenstein, impressiona pela beleza.

quarta-feira, 13 de junho de 2018

Futebol

Por Isabel Galvanese


O avô pondera em não dar o álbum da copa para o Chico. Viviam com simplicidade e colecionar figurinhas não caberia no bolso de ninguém. Mas ter 10 anos, em ano de copa, e não fazer o álbum seria um trauma muito grande para seu neto, goleiro do time do bairro. Compra no impulso o álbum e dois saquinhos.

quarta-feira, 6 de junho de 2018

2 dias na Dinamarca - o país dos cenários de contos de fadas


Quando eu viajo adoro visitar os locais turísticos, mas também reservo um tempo para observar os costumes dos moradores locais. Muitas vezes abro mão de conhecer um castelo para fazer um piquenique no parque ou assistir uma apresentação de rua.
É o jeito que eu encontro para vivenciar o máximo da cidade em tão pouco tempo. Monumentos são interessantes, mas eu gosto muita mais de gente. Se você também pensa dessa forma, esse roteiro é feito para você.