sábado, 16 de setembro de 2017

Livro: O Segredo de Druzilla, a encantadora de siris - de Isabel Galvanese


Vou te contar o nosso siri- segredo... 

Com essa frase que começa o livro escrito e ilustrado pela artista Isabel Galvanese, que conta a história de dona Druzilla, antiga moradora da cidade de São Sebastião, Litoral Norte de São Paulo, que gostava de ir à praia para pescar siris.
Mas, essa senhora tinha um segredo...

quinta-feira, 14 de setembro de 2017

"Sou mais feliz quando escrevo", diz a cronista Daniela Carvalho

1. Qual é a sensação de coroar seu interesse pelas letras com a publicação do primeiro livro?
R: A sensação é a melhor possível, a realização de um sonho. Quando peguei o livro nas mãos pela primeira vez, fiquei emocionada. Foi um longo caminho percorrido, com alguns obstáculos, muitas dúvidas, mas também grandes parcerias de amigos queridos, que me apoiaram, aconselharam e estiveram sempre ao meu lado.

2. Como funciona seu processo de criação literária?
R: Eu me inspiro nas coisas a minha volta, mas existem épocas que eu tenho alguns brancos e, quando isso acontece, sempre acho que nunca mais vou ter novas inspirações. É algo meio dramático, mas eu sou assim mesmo. Depois tudo volta a ser como antes. Sou mais feliz quando eu escrevo.

quarta-feira, 13 de setembro de 2017

O amor

Por Giobert M. Gonçalves


Hoje eu me liberei para uma pequena brincadeira. A primavera começa entre os dias 19 e 21 de setembro trazendo o início de uma nova vida. Toda a natureza estará olhando para o amor e, eu sugiro que a gente também faça isso olhando para o amor à nossa volta. Todos os amores! 

terça-feira, 5 de setembro de 2017

Bons voos via Super Petrel

Por Valeria Souza Ramos

Sou casada com um homem que ama voar. Ele iniciou sua experiencia aérea com aviões planadores no sul da França, mas precisou abandonar seu hobby depois que nos casamos, pois nossa rotina familiar não o permitia. Como uma esposa companheira e também esportista, o incentivei a voar de paraglider, um tipo de equipamento mais barato e flexível. Fizemos juntos um curso e voávamos pelos Alpes da Europa. Fiz meu batismo aqui na praia de Barequeçaba, ao lado de casa. Pela primeira voei sozinha, comandando minhas próprias asas, desde o morro de Barequeçaba até Guaecá. Foi uma experiência única e fantástica.
Depois de oito anos vivendo na Europa, nosso destino nos levou a um país onde não temos tanta liberdade. Mudamos para a Arábia Saudita, onde meu marido foi trabalhar e tivemos que abdicar dessa sensação prazerosa de voar. Por restrições militares e por segurança, a companhia de trabalho dele nos proíbe voar.
Meu grande piloto deu duro, se esforçou ao máximo, trabalhando arduamente em um regime oriental no deserto da Arábia Saudita. Graças a Deus, ele foi sempre respeitado por sua competência e profissionalismo. Voou por muito tempo apenas em um simulador de voo (Flight Simulator) para não perder a prática. Percebendo sua paixão por voar, decidi concordar com seu desejo de comprar um equipamento que lhe trouxesse de volta o prazer de voar, desta vez nos ares da nossa querida pátria amada.

segunda-feira, 4 de setembro de 2017

Tributo à Mestra do Lixo

Por Isabel Galvanese


" O verde em si é nossa própria vida. Verdejamos ! " (Patricia Blauth)

Quando cheguei em São Sebastião, 25 anos atrás, fiquei muito perdida. Tentava fazer amigos mas não me sentia bem nos grupos, parecia algo forçado, sem uma verdadeira conexão.
Como sempre tive interesse por assuntos da biologia, fui na Secretaria de Meio Ambiente da cidade para conhecer os projetos existentes e tentar participar de alguma forma.
A primeira pessoa que encontrei foi a Patricia Blauth, que estava começando um projeto de coleta seletiva, e me atendeu com uma doçura incrível. Pat, como eu passei a chamá-la, foi uma das pessoas mais importantes que cruzaram a minha vida. Dessas que mudam o seu jeito de pensar, uma Mestra Verdadeira!

sexta-feira, 25 de agosto de 2017

Desistir pode ser uma oportunidade!

Por Giobert M. Gonçalves



O que leva uma pessoa a buscar ajuda agendando uma consulta com um profissional de qualquer área, iniciar um processo e depois não conseguir dar continuidade?
É importante saber que se uma pessoa está em uma situação e não consegue sair dela é porque há um ganho ali. A situação pode ser muito ruim, mas um pequeno aspecto dela pode ter uma grande importância. E isso pode sabotar toda a tentativa de mudança. É preciso preservar algo da situação atual.