quinta-feira, 15 de agosto de 2013

Toscana – O perfume da terra

EUROPA
 
Itália -  San Gimignano e Volterra (Toscana)


O caminho para a região da Toscana, Itália, é repleto colinas verdes, coberto por campos de girassóis, oliveiras, parreiras e ciprestes. O cenário é tão lindo que nem vi a hora passar.
Em um momento não resisti e, sob o céu de um azul intenso, abri a janela do carro e coloquei a cabeça para fora para sentir o cheiro da terra.
Eu já tinha ouvido falar muito sobre a região, antes de viajar aluguei o filme “Sob o sol da Toscana” e fiquei ainda mais encantada.



Posso dizer que não me decepcionei. É um deslumbre. Nós ficamos hospedados em um casarão de pedra muito antigo, chamado Il Casale del Cotone, construído em 1676, na cidade de San Gimignano.

O nosso quarto era grande, com toda infraestrutura, enfeitado com lindas pinturas nas paredes. Assim que nos acomodamos, nós fomos até a cidade para jantar, de preferência uma bela pasta italiana.
Não sei se por causa do Festival do Palio, em Siena, ou devido ao período de férias na Europa, mas cidade de San Gimignano estava repleta de turistas, com os estacionamentos e restaurantes lotados.
Demos sorte de conseguir uma mesinha em um pequeno restaurante. Em seguida, fomos caminhar pela cidade.
San Gimignano existe desde o século 10 e está localizada sobre um monte de 334 metros de altura, com vista para o Vale de Elsa.
Nós passeamos pela Praça da Cisterna, bem no centro da vila, atravessamos a Porta Di San Matteo, que dá acesso a uma grande construção medieval, e chegamos a um corredor repleto de cafés, lojas e restaurantes.
As lojas vendem de peças de couro, cerâmica e madeira a artigos finos artigos de papelaria, vinhos, e azeites. Além disso, é possível encontrar o panforte, doce típico de San Gimignano, e o "pici", um tipo de macarrão mais largo que o spaghetti.


No dia seguinte, seguimos para Volterra, com 3000 mil anos, uma das cidades antigas mais bem conservadas do mundo. O dia que for até lá se prepare para subir escadas.


 
Volterra fica no topo de um platô, cercada por uma muralha do século 12, lá de cima é possível avistar a linda vista dos campos da Toscana e as ruínas de um teatro romano.
 
 
Na série Crepúsculo, de Stephenie Meyer, Volterra é a sede da família Volturi. No entanto, as cenas cinematográficas foram rodadas em Montepulciano. 


A pequena cidade possui muitas ruelas estreitas, por onde a gente passa para conhecer as lojas e restaurantes. Nós almoçamos em um restaurante muito simpático, chamado Ohioja, ótima comida e atendimento muito simpático.

Em seguida passeamos pela Piazza dei Priori, com o seu castelo e igreja.

Também aproveitei para visitar as lojinhas de artesanato e conhecer o alabastro, tipo de mineral utilizado na fabricação de verdadeiras obras de arte. É típico da região e encontramos de joias a grandes peças decorativas feitas com essa pedra.
Também visitamos o Museu da Tortura, com os instrumentos medievais horrorosos.

 
Quando nós estivemos por lá, início de agosto, a cidade se preparava para realizar a grande Festa Medieval da Itália, quando a cidade é transformada e retrata um típico dia de 1398, com moradores vestindo roupas da época e praticando jogos medievais. Até para entrar na festa é necessário trocar as moedas de euro pelo volterrano – replica fiel da moeda utilizada no ano de 1398.

 
Nesta noite, nós vivenciamos uma das melhores experiências da viagem, um jantar em Il Casale del Cotone, preparado pelo proprietário, com produtos fresquinhos e um delicioso vinho Chianti.
Tudo isso, sob um céu de lua cheia, com as bênçãos das estrelas.